mafaldasuggia

Era uma vez uma menina que era o que pensava, e ela pensava ser tanta coisa…

Categoria: nada!

DEUS!

Que transtorno!

Não sentes?

Este de não sentir nada

quando há tanto para sentir

e ainda mais para não sentir.

Que transtorno!

Tocarem-te e não quereres sentir,

chorarem-te e não quereres sentir,

chamarem-te e ignorares sentir.

Que infelicidade essa

de te darem poderes

para não poderes sentir!

Anúncios

Eu sou um pudim

Eu sou um pudim.

Vivo e como como um pudim de mel envolvido em açúcar de uma qualquer confeitaria barata.

Sou um pudim que não sabe ser mais nada senão um gordo pão-de-ló, mas que no entanto não passa de um pudim.