mafaldasuggia

Era uma vez uma menina que era o que pensava, e ela pensava ser tanta coisa…

Categoria: Belas personalidades

A fina cintura de Madame Curset

É sempre encantador ver uma figura feminina nestas condições cinturais!

 

                      

                      É tão tentador ficar assim, natural ou artificialmente…

O que não é nada tentador é ser vítima dum estereótipo tal que obriga as mulheres a alterarem a sua fisionomia a este ponto!

O espartilho ou corset foi inventado no século XVI, em pleno Renascimento, com o objectivo de melhorar a postura da mulher, assim como de suportar os seus seios. Enquanto os compositores renascentistas se deliciavam com a procura de novos sons, escondidos no silêncio harmónico dos seus quartos, o todo feminino era a aclamada vítima da beleza.

Contudo, admito que é triste neste século ver o corpo humano a deformar-se num sentido inverso ao da “época do corset”.

 

Agora, as cinturas alargam a um ritmo descontrolado e, se antigamente as damas desmaiavam por sentirem o sistema respiratório esmagado, hoje em dia, tanto homens como mulheres, morrem por ter esse mesmo sistema respiratório esmagado numa camada de gordura…

No princípio, os espartilhos eram feitos com tecidos extremamente pesados e engomados. A substituir o aço ou partes de ferro, temos nestes tempos vindouros materiais que provavelmente deixariam bastante satisfeitas as mulheres de séculos anteriores.

 

http://modices.com.br/noticias/corset/

http://www.kaboodle.com/reviews/really-hot-red-riding-hood-corset-custom-fit

http://www.gothic-culture.com/gothicl-clothes/27-corset.html

http://www.corsetsandcrinolines.com/tidbits.php?index=5

BELA ELIZABETH

Se hoje nos é permitida a compra de uma revista onde figure, na capa, uma esbelta mulher, devemo-lo, em parte, a Elizabeth Taylor, pré-feminista e defensora da opulência e liderança da mulher.

Em “O número do amor”, a actriz jaz com o seu vestido rasgado no chão. Lava os dentes com uísque e, furiosa, escreve no espelho a batôn: “NÃO ESTOU À VENDA!”